• Com o slogan “Pare, pense e use camisinha”, o Ministério da Saúde deu a largada para a Campanha de Carnaval. Entre outras coisas, serão distribuídos 12 milhões de preservativos masculinos com uma identidade visual repaginada, que mira principalmente os homens de 15 a 39 anos (e que almeja frear a disseminação da aids).

    “Os números do HIV no Brasil, que demonstram aumento entre jovens, são muito importantes para a conscientização do grande desafio que temos na saúde pública”, diz Luiz Henrique Mandetta, ministro da saúde, em comunicado.

    Entre brasileiros de 20 a 24 anos do sexo masculino, a taxa de detecção desse vírus cresceu 133% entre 2007 e 2017. E 73% dos novos casos de aids atingem os homens de 15 a 39 anos.

    Por outro lado, o Boletim Epidemiológico de HIV e Aids, divulgado no fim do ano passado, indica que a epidemia dessa doença está estabilizada no Brasil. Foram diagnosticados 18,3 casos a cada 100 mil habitantes em 2017.

    Em 2019, o embaixador da Campanha de Carnaval é o cantor Gabriel Diniz, que ganhou fama com a música “Jenifer”. Veja uma recado dele sobre o assunto:

    Tags: , , , , , ,

  • F_317522_c6KHZ1f7HreolYV5FYUQNSGhVw1gLn

    A maneira mais eficaz de se proteger contra as DSTs é usando o preservativo

     

    Estudiosos alertam especialistas na área médica para a existência de um novo tipo de gonorreia (doença sexualmente transmissível), que pode matar em poucos dias.

    O principal responsável pelo estudo é o cientista Alan Christianson, fundador do centro de pesquisa Integrative Health Care. Em entrevista ao site CNBS ele afirmou que a espécie identificada como HO41 é muito perigosa, tendo efeitos semelhantes aoS da Aids.

    Atuando no organismo de forma mais direta, a DST faz a pessoa entrar em choque e morrer em questão de dias. A doença se mostra tão perigosa quanto o vírus do HIV, que já matou cerca de 30 milhões de pessoas em todo o mundo.

    A versão mais perigosa da gonorreia foi descoberta no Japão há dois anos em uma mulher de 31 anos de idade. Segundo o diretor executivo da Coalizão Nacional de Administração de DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis), William Smith, a situação só piora com o tempo, pois com o passar dos anos, a tendência é que a bactéria se torne cada vez mais nocivo ao organismo.

    A maneira mais eficaz de se proteger contra as DSTs é usando o preservativo.

    Tags: , , , , , , ,