pesquisadores britânicos sugere que enzimas liberadas por células cancerígenas têm a função de proteger o organismo