• foto-imagem-coca-colaQuem nunca tomou uma Coca-cola geladinha pra refrescar a sede que atire a primeira latinha, mas você já parou para pensar no que acontece com seu organismo depois que a Coca entra, queimando tudo (por favor, sem trocadilhos)?

    Primeiramente, por que a discriminação com a Coca? (só porque é gringa? só porque não é branca?) Não, não é por conta disso e sim por causa do maldito ácido fosfórico contido apenas em sua fórmula…

    Ao saborear uma Coca-cola, você só não vomita graças ao ácido fosfórico presente na mesma, pois ele quebra o efeito do açúcar do refrigerante… Ufa! E este açúcar vai para onde? Para o seu sangue, colega. Seu fígado acaba transformando-a em gordura.

    Com uma dose alta, você só não fica “nas nuvens” porque os receptores de adenosina (situados no seu cérebro) são bloqueados. Você nem nota, mas sua pressão dá uma leve subida.

    Seu corpo começa a produzir dopamina para estimular aquela sensação de prazer proveniente do uso de alguma droga, que os cientistas comparam à Heroína.

    O ácido fosfórico (o Darth Vader da história), aprisiona o cálcio, o magnésio e zinco (os Jedis) no seu intestino grosso, provocando um aumento no metabolismo. Isso também faz você eliminar cálcio (dos ossos) pela urina (o que, comprovadamente, ocasiona uma osteoporose).

    Tudo o que entra, um dia tem que sair… Os três jedis aprisionados no intestino grosso (que deveriam ter ido para seus ossos) vêem uma luz no fim do túnel e “blargh”, derrepente estão no vaso sanitário junto a outros indivíduos que não serviam mais para você.

    A batalha acabou. Seu entusiasmo foi pelo vaso ralo. Você sente falta do açúcar e pode ficar levemente irritado ou preguiçoso. Cerca de 1 hora e meia após a ingestão, você já despejou toda a Coca (e os nutrientes para fortalecer seus ossos e dentes) através do “nº1”.

    A poeira parece ter baixado. O ácido fosfórico triunfou sobre você, expulsando o que era útil para o seu organismo. Logo sentirá falta da cafeína (que cria dependência). Mas não se abale, para melhorar novamente, é só tomar uma garrafa de Coca-cola 2.5 litros.

    A nutricionista e Doutora em ciências dos alimentos da UFRJ, Maria de Lourdes Giada vai ainda mais longe: “O ideal é não passar de uma lata de Coca-cola por semana, mas o melhor seria tomar apenas de 15 em 15 dias”.

    foto-imagem-pesi-x-coca

    Posted by @ 22:34

    Tags: , , , , ,

  • One Response

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *