• foto-imagem-mulher-cheirando-flores

    Em uma experiência da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, 15 voluntários tinham que ficar observando imagens na tela de um computador.
    Em certas fotografias, os experts liberavam odores específicos no ar ? como o perfume de rosas ou menta ? e no mesmo instante davam um leve choque nos indivíduos.

    Com o tempo, só de ver as imagens que antes foram identificadas com a sensação dolorosa, os participantes começavam a suar, sinal visível de medo. Depois, eles foram dormir e, sem saber, inalaram aqueles mesmos cheiros ligados ao sentimento de terror.

    No dia seguinte, ao olhar para as fotos novamente, os sujeitos se mostravam menos ansiosos. Os cientistas acreditam que a exposição gradual e inconsciente ao estímulo que gera receio ? no caso, os odores ? é um jeito eficaz de contorná-lo. ?Precisamos de outros trabalhos para entender melhor os mecanismos, mas existe uma possibilidade de que isso vire um estratégia contra fobias daqui a algum tempo?, ressalta Katherina Hauner, líder do trabalho.

    Efeitos comprovados da aromaterapia

    Outros achados atestam que a terapia com plantas aromáticas, ricas em óleos essenciais, tem ação contra micróbios e inflamações. ?Novos estudos ainda legitimam sua propriedade calmante?, diz a fisioterapeuta Cassandra Lyra, do Centro Universitário Unifieo, em São Paulo.

    Posted by @ 08:59

    Tags: , , , , , , ,

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *