Mapeamento genético de óvulos fertilizados pode duplicar as chances de sucesso em fertilizações in vitro.