• Dicas, Tratamentos 16.02.2012

    A dor nas costas é uma das doenças mais frequentes na população mundial. Estima-se que 80% das pessoas sofrerão de algum tipo de dor nas costas durante a vida. Ela normalmente atinge a região inferior das costas, denominando-se lombalgia, mas também pode acometer a região cervical e torácica.

    No Brasil, cerca de 36% da população sofre de dor nas costas. Ela é mais comum após os 40 anos, mas pode atingir qualquer indivíduo em qualquer idade, sendo rara na infância. São inúmeras as causas de dores nas costas podendo ser desde desvios posturais, exercícios mal executados, problemas musculares e em nervos e até mesmo metástase óssea de alguns tumores.

    Alguns grupos de risco para dores nas costas são: mulheres, idosos, obesos, sedentários e fumantes. Os sintomas são claros e caracterizam-se por dores nas regiões das costas, podendo ter redução da flexibilidade e rigidez da coluna. Normalmente o diagnóstico é simples, feito diretamente pelo médico. Entretanto, em alguns casos, o profissional da saúde pode requerer exames mais específicos para investigar a fundo as causas das dores.

    As dores nas costas podem reduzir as atividades diárias do paciente, sendo constantemente uma das causas de reclassificação profissional.

    Os tratamentos podem ser feitos à base de medicamentos (como antiinflamatórios, corticóides, miorrelaxantes e opióides), fisioterapia e exercicios físicos, cirurgia ou tratamentos alternativos. Plantas como o salgueiro-branco e a arnica e também a homeopatia são indicadas.

    É importante que o paciente controle sempre o seu peso, mantenha uma boa postura, evite fumar, tenha hábitos saudáveis de vida e pratique esportes. Essas medidas auxiliam no tratamento e previnem o aparecimento de novas dores.

    Sintomas


    Os sintomas da dor nas costas são em geral:

    Dores musculares na região das costas

    Rigidez da coluna

    Dor persistente após um longo período levantado ou sentado, após execução de exercício físico ou manipulação de cargas pesadas

    Flexibilidade reduzida

    Incapacidade de manter a coluna reta

    Sensação de “estalo” nas costas

    Em alguns casos, dor nas costas pode se irradiar para outras regiões, como coxas e pernas. Nessa situação, a causa mais comum é compressão do nervo que pode estar associada à hérnia de disco.

    Os sintomas da dor nas costas podem ser agudos (presente por menos de 4-6 semanas) ou crônicos (superior a 6 semanas). As dores crônicas são mais raras e, nesses casos, um médico deve ser consultado.

    Causas

    A dor nas costas é uma doença complexa da qual ainda desconhecemos todas as causas. Há inúmeros fatores que podem desencadear essas os sintomas:

    – Problemas musculares (por exemplo, contratura muscular, estiramento de músculos)

    – Má posição ou erros de postura do dia-a-dia

    – Desvios posturais, como lordose cervical, lordose lombar e cifose dorsal

    – Falsos movimentos

    – Problemas psicológicos como o estresse ou um choque psicológico

    – Osteoporose

    – Artose (na região da cartilagem)

    – Artrite

    – Gravidez (por causa do ganho de peso)

    – Lesões de disco intervertebral

    – Metástase (em caso de câncer)

    – Obesidade e sedentarismo

    – Quedas, acidentes e fraturas

    – Problemas congênitos, como escolioses

    – Irregularidades na composição na estrutura da coluna

    – Exercícios físicos mal feitos

    – Hérnia de disco

    Uma condição particularmente rara, mas que merece atenção, é a chamada “Síndrome da Cauda Equina”. Essa é uma condição neurológica que afeta nervos que enviam informações para as regiões inferiores do corpo (região lombar e pernas) e pode estar relacionada com dor nas costas. Além disso, infecções da coluna espinhal, embora raras também, podem gerar dor, normalmente acompanhada de febre.

    Posted by @ 11:51

    Tags: , , , ,

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *