• Uncategorized 19.07.2011

    Não adianta: por mais que você se exercite, algumas regiões continuam flácidas. É o caso do tríceps – o famoso “músculo do tchauzinho” –, da panturrilha e da parte interna da coxa. E essa não é uma preocupação exclusiva feminina ou dos mais gordinhos.

    Segundo o preparador físico , as pessoas começam a perder massa muscular após os 30 anos e acumular gordura nesse espaço. Isso porque os músculos vão se atrofiando se não exercitados.

    O tríceps é mais difícil de ser “domesticado”, porque, quando a pessoa carrega muito peso, ele dói mais que o bíceps, por exemplo. Por isso, é preciso acostumá-lo ao movimento. A parte superior, em geral, é menos treinada que a inferior, motivo pelo qual se torna mais sensível.

    Já a parte interna da coxa, cujo nome oficial é músculo adutor, acaba encostando uma perna na outra na hora de andar de shorts ou minissaia, no caso das mulheres. Algumas, além da malhação, apelam para drenagem linfática na tentativa de enrijecer o local, que junto com o bumbum e a barriga forma o centro de atenção feminina.

    A panturrilha é importante para o sistema circulatório, tanto que é considerada o “coração de baixo”, pois ajuda no trajeto de volta do sangue das pernas para o músculo cardíaco. Para aumentar a massa e a resistência dela, alguns optam por andar de bicicleta, correr, “puxar ferro” ou subir escadas.

    Todos esses músculos são difíceis, mas não impossíveis de serem transformados. A recomendação é mexê-los repetidas vezes, e não precisa ser na academia. Dependendo da profissão de cada um, o trabalho já é um treino e tanto para braços e pernas.

    Tipos de músculos

    A musculatura lenta, de cor mais avermelhada, é menos elástica e aguenta menos peso. É o grupo em que o tríceps se encaixa.

    A rápida, por sua vez, é mais esbranquiçada, elástica e resistente ao peso. Mas, assim que é usada, se cansa. É o caso dos músculos das costas.

    A panturrilha e a região interna da coxa são um misto dos dois tipos de fibras.

    Fonte:Bem Estar

    Posted by @ 12:35

    Tags: , , , ,

  • One Response

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *