• “Depois dos dias de Carnaval, de quantas maneiras para se curar a ressaca você é capaz de se lembrar? Alguns dizem que o segredo está em comer algo gorduroso enquanto se bebe. Ou que tal, comer uma torrada queimada no dia seguinte pela manhã? Ou ainda, depois que o mal já está feito, tomar 2 aspirinas antes de se deitar e duas na manhã seguinte?”

    Mas para entender a ressaca, é necessário primeiro compreender a interação do álcool com o organismo. Inicialmente, deve ficar claro que existem diferenças entre as pessoas – quanto de bebida alcoólica cada pessoa pode suportar é uma questão individual do organismo de cada um. E, é claro, depende também da quantidade de bebida alcoólica que foi ingerida.

    Em seguida apresentamos alguns dos truques usados para tratar a malfadada ressaca.

    Beber muita água irá ajudar

    O álcool é um diurético – quer dizer, tende a aumentar a quantidade de urina produzida no organismo, levando a uma maior eliminação de água pelo corpo. O álcool, por tanto, dependendo da quantidade ingerida, pode “secar” o organismo. Recomenda-se, assim, beber bastante água na manhã seguinte após ingerir bebida alcoólica, o que ajuda a compensar a desidratação.

    Mas isto não é tudo. Durante o processo de destilação, são adicionados vários componentes às bebidas alcoólicas, e estes contribuem para as costumeiras dores de estômago que acontecem na ressaca. Beber muita água, então tem um segundo efeito, além de reidratar o seu organismo: a água dilui estes componentes da bebida alcoólica no seu estômago e trato intestinal, melhorando os sintomas de mal-estar abdominal.

    O truque da torrada queimada na manhã seguinte

    O carbono na parte queimada da torrada filtra as impurezas (compostos) presentes na bebida alcoólica. De fato, uma das maneiras de tratar a intoxicação pelo álcool em um Pronto Socorro é a ingestão de compostos de carvão pela mesma razão. A torrada queimada é uma versão muito mais leve do mesmo remédio.

    O truque de comer gorduras ao beber

    Este, em realidade, não é um remédio para depois, mas sim um preventivo da ressaca. A explicação é que os alimentos gordurosos, se ingeridos antes de beber álcool, “engraxam” a camada interna dos intestinos. O álcool leva então mais muito tempo para ser absorvido pelo organismo. Nos países do Mediterrâneo, um remédio popular envolve tomar uma colher de azeite de oliva antes de beber, com o mesmo efeito.

    Alimentar-se na manhã seguinte

    Quase qualquer tipo de alimento na manhã seguinte pode ajudar a aliviar uma ressaca. Os alimentos provêem eletrólitos para o organismo, que os necessita depois de uma desidratação. Isto é especialmente importante se tiverem ocorrido muitos vômitos. Uma refeição leve na manhã seguinte, com frutas e sucos, pode ajudar bastante.

    Duas aspirinas à noite e duas pela manhã seguinte

    Este é um remédio muito bom para a dor de cabeça que é freqüente nas ressacas. O maior problema, entretanto, é que em algumas pessoas pode agravar uma gastrite já existente, ou ter ainda outros efeitos colaterais mais sérios, como sangramento gástrico. Mas em pessoas que não bebem regularmente, e/ou que não apresentam quadros de gastrite, este truque irá funcionar bem para tratar a dor de cabeça.

    O truque de “rebater” a bebida na manhã seguinte

    Pessoas acostumadas a beber já conhecem este truque há anos e anos – no dia seguinte, pela manhã, tomar uma pequena dose de bebida, e elevar o nível de álcool no sangue. Biologicamente, este truque o fará sentir-se bem por um pequeno período. Entretanto, ele não pode ser recomendado, pois este nível de álcool sanguíneo mais elevado terá que ser diminuído eventualmente, em algum momento. Além disso é um hábito que pode muito facilmente conduzir ao alcoolismo.

    Finalmente, é importante lembrar de que não existe nenhuma “fórmula mágica” capaz de evitar completamente a ressaca. Se você beber muito, possivelmente você irá pagar por isso no dia seguinte.

    Posted by @ 20:01

    Tags: , , , , ,

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *