A estimativa do Ministério da Saúde é que 7 mil pessoas se beneficiem do medicamento contra aids no primeiro ano de implantação