• foto-imagem-orelha-impressao-3d

    Um grupo de cientistas criou uma impressora 3D para fabricar estruturas de cartilagem, osso e músculo destinadas a transplantes.

    O grupo, que já conseguiu produzir uma orelha com o novo material, está testando a técnica em animais de laboratório, e espera conseguir empregá-la em humanos no futuro.

    Os resultados preliminares foram descritos estudo publicado nesta segunda-feira (15) pela revista “Nature Biotechnology”.

    Os órgãos impressos pela nova máquina na verdade são estruturas porosas especiais onde células humanas são capazes de penetrar. O material, que possui pequenos canais, permite ao tecido vivo do próprio organismo começar a se moldar e formar uma estrutura nova.

    “Esses canais permitem que nutrientes e oxigênio do corpo se difundam para dentro das estruturas e as mantenham vivas, enquanto elas desenvolvem um sistema de vasos sanguíneos”, afirmou um comunicado divulgado pelos cientistas do Centro Médico Batista Wake Forest, da Carolina do Norte (EUA), responsáveis pelo trabalho.

    foto-imagem-impressora-3d

    Esses moldes biológicos criados pelo grupo, como a orelha exibida agora, são produzidos a partir de informações digitais obtidas por técnicas de imagem como a tomografia computadorizada. O grupo também já criou um fragmento de mandíbula com a mesma técnica.

    A ideia é que a armação de polímeros e plásticos especiais que dão forma ao novo órgão, depois, desapareça e dê lugar apenas a tecidos originados no organismo da pessoa transplantada.

    Não é a primeira vez que o uso desse tipo de molde biológico é empregado na regeneração de órgãos, mas tentativas anteriores de usar a impressão 3D não obtiveram sucesso, porque o material produzido não tinha rigidez suficiente, afirmam os pesquisadores.

    Tags: , , , , ,

  • foto-imagem-granola-frutas

    Desde que nos entendemos por gente ouvimos que o café da manhã é a refeição mais importante do dia.

    É uma ótima forma de começar o dia, é bom para o metabolismo, é ótimo para manter a forma.

    Mas para alguns especialistas, essa afirmação não passa de um mito, algo que se transformou em “verdade” de tanto ser repetido.

    Então, será mesmo que deveríamos nos importar tanto com o café da manhã?

    Apesar de defender o café da manhã como parte de um estilo de vida mais saudável, um informe do Observatório Nacional de Obesidade do Reino Unido (National Obesity Observatory) concluiu que “não está claro se há uma relação causal com o Índice de Massa Corporal (IMC) ou se o café da manhã é simplesmente um dos muitos fatores que contribuem para um peso saudável”.

    Um estudo publicado no “American Journal of Clinical Nutrition” pediu a 300 pessoas com sobrepeso ou obesas que deixassem de tomar café da manhã por quatro meses.

    foto-imagem-cafe

    “Não houve nenhuma diferença na quantidade de quilos perdidos”, afirmou o professor da Universidade do Alabama David Allison, responsável pelo estudo.

    Ele afirma que as pessoas que pulam essa refeição estão provavelmente tentando perder peso. Diz ainda que se elas começarem a tomar o café da manhã podem ganhar peso, caso não comam menos ao longo do dia.

    Então, é uma recomendação equivocada incentivar comer bem pela manhã?

    “Se for para perder peso, então não é uma recomendação justificada”, afirma o professor.

    Alison Tedstone, nutricionista-chefe da Public Health England, afirma que tomar café da manhã é algo positivo. Mas ele concorda que as evidências sobre os benefícios dessa refeição não são conclusivas.

    No entanto, ele afirma que é a comida mais fácil de se consumir de maneira correta durante o dia e que pular o café traz o risco de comer algo pouco saudável mais tarde.

    O que faz um café da manhã saudável?

    O conselho de Tedstone para começar o dia de maneira saudável é pensar em fibras.

    “Comer um mingau de aveia, por exemplo, é barato e saudável.”

    Além de aveia, um café rico em fibras inclui frutas, cereais e torradas integrais.

    Mas é preciso ficar atento porque alguns cereais com alto índice de fibras podem conter sal ou açúcar para ficar mais saborosos.

    foto-imagem-banana-piau

    “É muito difícil. Acredito que os cereais matinais são muito enganadores”, afirma a pesquisadora de nutrição Susan Jebb, da Universidade de Oxford.

    Ela afirma ainda que é necessário estar atento aos rótulos, já que alguns têm menos açúcar adicionado.

    “Eu incentivo as pessoas a comerem fruta pela manhã. É muito melhor que suco, porque a fruta já contém fibras.”

    Combustível para o cérebro

    Outro argumento pró-café da manhã é que ele melhora o rendimento das crianças na escolar.

    Um estudo realizado pela Universidade de Cardiff, publicado em 2015, analisou essa relação. Mas a conclusão segue a mesma linha das análises sobre a refeição e o peso.

    “Parece bastante plausível que pular o café da manhã quando criança seja uma mostra de um ambiente familiar pobre – com uma família incapaz de fornecer uma refeição saudável no início do dia -, o que provavelmente é a razão pela qual a criança não rende bem na escola”, afirma David Rogers, professor da Universidade de Bristol.

    O que fazemos então?

    “Se você toma café da manhã, se esforce para que ele seja o mais saudável possível. Se você é dos que pulou o café da manhã, não vou te dizer que deve começar a tomá-lo. Mas vou te incentivar a pensar sobre isso”, afirma Susan Jebb, de Oxford.

    Já Allisson sugere que quem quer perder peso deve testar as duas coisas, tomar o café e ficar sem, para ver como a pessoa se adapta melhor. Mas em qualquer um dos casos, se assegure de não estar morrendo de fome no meio da manhã e comer um salgadinho às 11h.

    Tags: , , , ,

  • O Bem Estar desta terça-feira (2) falou sobre uma combinação perfeita para o café da manhã, da tarde, pra qualquer momento: pão e queijo. Mas será que o pão francês é o mais saudável? E qual queijo é o ideal para a dieta? Para falar sobre o assunto convidamos a nutricionista Camila Freitas e o consultor de queijos Fernando Oliveira.

    Quando fazemos dieta, optamos sempre pelo queijo branco fresco. Mas os especialistas lembram que não existem alimentos proibidos. A dica mais importante é apreciar com moderação, em pequenas quantidades.

    É importante mastigar devagar, pois alimentos com gordura podem ser facilmente ingeridos em excesso. Quando se come um queijo devagarinho dá tempo das enzimas do estômago e hormônios do corpo agirem e avisarem ao cérebro quando for o suficiente.

    E na hora de escolher o pão, você prefere o croissant, brioche, pão francês ou bisnaguinha? O Bem Estar revelou qual o mais saudável e nutritivo. “O mais saudável seria o pão francês, de preferência o integral”, explica a nutricionista Monica Beyruti.

    Ela lembra que pode comer o pãozinho no café da manhã. “Quando são consumidos sozinhos, sem acompanhar com proteína ou fibra, eles têm uma absorção muito rápida e isso pode aumentar a fome. O ideal é que eles sejam acompanhados de uma proteína: queijo, peito de peru, copo de leite, iogurte. Se for refeição principal, pode vir acompanhado do filé de frango, ovo mexido”, completa a nutricionista.

    Tags: , ,